Departamento de Comunicação
31/08/2017 - 09:05 - Atualizado em 01/09/2017 - 09:05


Paranaíba e Inocência refazem trilha de Visconde de Taunay com cavalgada entre os dois municípios.

Paranaíba e Inocência refazem trilha de Visconde de Taunay com cavalgada entre os dois municípios.


 

Quando o engenheiro militar Alfredo D”Escragnolle Taunay participou da Guerra do Paraguai (1860- 1874), percorreu solo mato-grossense, acompanhando o movimento da tropa brasileira. Ele escreveu o livro “Retirada da Laguna” que registra um dos momentos mais marcantes do maior conflito bélico da América do Sul.

Na época, o nobre militar concluiu ainda, o romance “Inocência” baseado em suas andanças pelo território mato-grossense durante o Brasil Império. A obra traduzida para diversas línguas, tornou se um dos clássicos da língua portuguesa, dando origem ao filme com o mesmo nome dirigido por Walter Lima Junior.

Para resgatar parte dessas historia, um grupo de pessoas de Paranaíba e Inocência decidiu homenagear o escritor de Inocência com uma cavalgada por trechos e locais provavelmente trilhados pelo então militar.

Nos últimos meses os gestores das Secretarias de Indústria, Comércio e Turismo, de Educação, Cultura e Esportes e de Agricultura e Pecuária de Paranaíba e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Inocência estão discutindo a parceria para o evento que conta com apoio da Secretaria Estadual de Cultura. 

A cavalgada “Caminhos de Taunay”- 150 anos será realizada nos dias 14, 15, 16 e 17  de setembro, com saída marcada às 06h00min da manha na chácara da OAB. Em torno de 100 cavaleiros de vários municípios e também dos Estados,  já confirmaram a participação e   deverão cumprir um roteiro planejado, com pouso, café da manhã, almoço e jantar em fazendas da região.   

. No dia 14, (quinta-feira) primeiro dia da cavalgada, os cavaleiros deverão iniciar o percurso, após café da manhã, às 05:00 na chácara da OAB, em Paranaíba, seguindo em direção à fazenda do Sr Totti Machado onde será servido almoço para comitiva.

O jantar e pouso do primeiro dia estão previstos para o distrito do Alto Santana, onde uma escola será adaptada para receber os cavaleiros, com redário e uma programação cultural. No dia 15 (sexta-feira), o café da manha será na escola do alto Santana. A comitiva segue para almoço na fazenda Tonzinho e a tarde prossegue em direção da fazenda do Sr Lenito Faustino, na região do Espicha Couro, ainda em território de Paranaíba, para jantar, pouso e café da manha.

No dia 16 (sábado), a comitiva continua com  almoço na fazenda Campeira e jantar na fazenda Santa Emilia, na região do Quitério 17 (domingo), chegada festiva em Inocência com almoço no recinto da Cofapi. De acordo com um dos organizadores da Cavalgada, Milton Carabina, a ideia é resgatar ao máximo a tradição das comitivas com as traias originais.

A cavalgada é uma manifestação cultural em forma de passeio, realizada por grupos de cavaleiros e amazonas, entre crianças e idosos. Uma cavalgada pode ser realizada por motivos religiosos, cívicos, diversão, esporte, ou associação de duas ou mais dessas atividades. Esse hábito é realizado por pessoas em todo o Brasil.

 

 

 


OUTRAS NOTÍCIAS: Indústria e Comércio

09
Jul
2018