Departamento de Comunicação
25/11/2014 - 18:38 - Atualizado em 22/06/2015 - 18:38


Agente de desenvolvimento de Paranaíba é premiada em Recife

Agente de desenvolvimento de Paranaíba é premiada em Recife


A agente de desenvolvimento de Paranaíba, Iaponira Fernandes Beserra, foi premiada por seu trabalho no município, durante o III Encontro Nacional de Agentes de Desenvolvimento, realizado nos últimos dias 19 e 20, em Recife-PE.

 

Segundo Iaponira, cerca de cinco mil agentes participaram do evento, sendo 30 de Mato Grosso do Sul. Do total, os três agentes que mais se destacaram e cumpriram suas metas de promover o desenvolvimento de seu município ganharam uma visita in loco na Paraíba, que está marcada para fevereiro de 2015. Os vencedores poderão verificar de perto projetos que obtiveram resultados positivos em três municípios.

 

Iaponira conseguiu o segundo lugar em todo Brasil. "Eu pude elevar o nome de Paranaíba a nível nacional. Agora, visitarei projetos que deram certo e, quem sabe, poderão ser implantados no nosso município", disse.

 

AGENTE DE DESENVOLVIMENTO

 

O agente de desenvolvimento é peça fundamental na implantação bem-sucedida do projeto Prolocal, o agente é o articulador e mobilizador da aplicação da Lei Geral no Município, sua função básica é promover ações concretas que visem a fortalecer o segmento de micro e pequenas empresas e sua existência é prevista na Lei Geral das MPEs.

O papel do agente de desenvolvimento e sua forte influência no município ultrapassam a Lei Geral e a expectativa é de que ele exerça a importante função de coordenar a continuidade das atividades voltadas ao desenvolvimento sustentável, articulando e fortalecendo as relações do poder público com as principais lideranças do setor provado no município.

O agente de desenvolvimento no município tem as funções de organizar um Plano de Trabalho adequado à implantação da Lei Geral, identificar e mobilizar as lideranças públicas, privadas e comunitárias que possam colaborar com o Projeto, montar e oficializar grupos de trabalho com os representantes das instituições, manter a articulação entre as lideranças, registrar e organizar as atividades e auxiliar o poder público municipal no cadastramento e engajamento dos empreendedores individuais.

A escolha do agente de desenvolvimento é criteriosa e ele é selecionado a partir de sua capacidade de planejar, executar e articular políticas de implementação da Lei Geral das MPEs. A complementação dos conhecimentos específicos se dá por meio de treinamentos e da interação com parceiros estratégicos.

Para reconhecer o trabalho dos profissionais que atuam nos municípios sul-mato-grossenses com o objetivo de tornar a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas realidade, implantando ações em favor empreendedorismo, o Sebrae lançou  o Prêmio Agente de Desenvolvimento.


OUTRAS NOTÍCIAS: Indústria e Comércio

09
Jul
2018