Departamento de Comunicação
27/03/2018 - 23:30 - Atualizado em 27/03/2018 - 23:30


Município repassa quase R$ 200 mil para entidades que trabalham com crianças e adolescentes

Município repassa quase R$ 200 mil para entidades que trabalham com crianças e adolescentes


 

A Prefeitura Municipal de Paranaíba assinou Termo de Colaboração com quatro entidades da sociedade civil que trabalham com crianças e adolescentes para o repasse de recursos do Fundo Municipal da Infância e da Adolescência, destinados pelo Poder Judiciário, através do Juiz Dr. Cassio Roberto dos Santos e do Banco do Brasil. Serão ao todo quase R$ 200 mil que serão depositados para APAE (R$ 33.801,25); Instituto Irmã Emiliana (R$ 33.801,25); Associação Joana de Angelis (R$ 65.801,25) e Obras Sociais Jesus Consolador (R$ 65.801,25).

O prefeito Ronaldo Miziara explicou que os recursos serão usados de acordo com os planos de trabalhos apresentados pelas entidades. Ele esclareceu que os recursos foram repassados ao município no final de dezembro pelo Banco do Brasil e pelo Poder Judiciário, mas somente agora poderá ser repassado às entidades em função dos procedimentos aplicáveis à legislação vigente.

O chefe do Executivo ressaltou a importância das atividades desenvolvidas pelas entidades que trabalham em parceria com o município no atendimento às crianças e adolescentes. “Temos que investir nas crianças, base de nossa sociedade”, assinalou Miziara.

“Os recursos vieram em boa hora”, afirma a Irmã Andrea do Instituto Irmã Emiliana. A entidade atende crianças e mulheres em situação de vulnerabilidade e deverá aplicar os recursos no pagamento de educadores sociais, aquisição de material permanente para realização de oficinas.

A Associação Joana de Angelis deverá usar os recursos para construir parte da quadra de esportes e para execução do projeto hidráulico que prevê a instalação de hidrantes, exigidos pelo Corpo de Bombeiros. A entidade assiste em torno de 86 crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 14 anos.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE-MS) que atende pessoas especiais deverá usar a verba para pagamento de funcionários e custeio. Atualmente 135 pessoas portadoras de necessidades especiais são atendidas em sua sede em Paranaíba.   

Em torno de 150 crianças e adolescentes assistidas pelas   Obras Sociais Jesus Consolador serão  beneficiadas pelos recursos  repassados pelo Banco do Brasil e Fórum. De acordo com a presidente Maira Cristina da Silva Nunes Brandão, o plano de trabalho prevê a construção de uma brinquedoteca para uso das crianças de 06 a 15 anos.

 

 


OUTRAS NOTÍCIAS: Governo