Departamento de Comunicação
23/05/2019 - 09:58 - Atualizado em 23/05/2019 - 09:58


Parceria entre Prefeitura e governo estadual entregará casas à população

Reunião sobre programa habitacional lota plenário da Câmara

 Parceria entre Prefeitura e governo estadual entregará casas à população


 

O primeiro encontro para debater sobre o programa estadual de habitação “Lote Urbanizado” lotou o plenário da Câmara Municipal de Paranaíba, na tarde de quarta-feira (22), a reunião, que teve inicio por volta das 17h, explicou o funcionamento do projeto que será realizado em parceria com a Prefeitura de Paranaíba e os futuros contemplados. Serão 40 habitações na primeira fase do programa.

 

Segundo a secretária de Assistência Social, Maria da Graça Saraceni Vieira de Souza, o programa contemplará pessoas que sonham em ter a casa própria e é uma ótima ajuda. “Aquelas pessoas que tem um dinheiro guardado, mas não conseguem iniciar a construção porque ou não tem o terreno, ou o valor não é suficiente, terão uma grande ajuda para realizar esse sonho”, disse.

 

Já o prefeito, Ronaldo Miziara, comemorou a parceria e disse que é mais um avanço para o município. “Há anos Paranaíba não construía casas, ou tinha projetos como este, e agra estamos com 100 casas em construção e mais esse projeto do lote é uma grande vitória dos paranaibenses”, pontuou.

 

Os interessados em participar devem procurar a secretaria de Assistência Social, na avenida Coronel Carlos, com RG, CPF, comprovante de residência, comprovante de renda, comprovante de estado civil.

 

O programa

O projeto Lote Urbanizado visa atender famílias com renda familiar de até R$4.685,00 e que não tenham sido beneficiados em nenhum Programa Habitacional Federal, Estadual e Municipal.

 

O município participa com o terreno e a assistência técnica, já o governo do Estado constrói a base da casa até a primeira fiada de tijolos e o cidadão dá continuidade  na construção de sua moradia.

 

Para participar primeiramente o pretendente tem que realizar o cadastramento no sistema de inscrição da AGEHAB, e após passar pelo processo de seleção os mesmos serão chamados e deverão comprovar em documentos que possuem condições financeiras para adquirirem os tijolos e os cimentos até o respaldo.

 

O prazo para a conclusão da moradia é de 24 meses, ou seja dois anos, e, somente com a conclusão da construção da moradia, que a mesma poderá ser habitada.

 

Observação importante no ato da inscrição: Quando realizar a sua inscrição no campo "Família", logo abaixo "Lote Urbanizado" tem que aceitar em participar do projeto.


OUTRAS NOTÍCIAS: Assistência Social

11
Set
2019
14
Ago
2019
07
Ago
2019