Departamento de Comunicação
06/08/2014 - 21:01 - Atualizado em 22/06/2015 - 21:01


Prefeitura apoia participao de empresrios do municpio na Feira do Empreendedor

Evento ser realizado, em Campo Grande, de 21 a 24 deste ms e conta com cursos, palestras, rodadas de negcios e exposio

Prefeitura apoia participao de empresrios do municpio na Feira do Empreendedor


A gerente regional do Sebrae/MS (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul), Josi Queiroz Blini Signori esteve em Paranaíba, nesta última quarta-feira (06), na Acip (Associação Empresarial de Paranaíba), a fim de divulgar aos empresários do município a Feira do Empreendedor 2014 – edição estadual, que será realizada de 21 a 24 deste mês, em Campo Grande. A Prefeitura de Paranaíba, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio, está apoiando o evento e disponibilizará transporte para os empresários interessados em participar da feira.

 

Na ocasião, Josi destacou o apoio da Prefeitura. “Esta parceria está acontecendo de uma forma muito dinâmica. A Prefeitura está, realmente, patrocinando, cedendo ônibus para levarem os empresários até Campo Grande”.

De acordo com a gerente regional, a Feira do Empreendedor é um evento gratuito e um dos maiores do Brasil. “Teremos mais 200 palestras durante esses quatro dias e tenho certeza que quem participar irá aprender, levar algo diferente, inovador tanto para sua vida pessoal quanto para seu negócio”, disse.

 

Dentre essas mais de 200 explanações, ela destacou que terão palestras magnas com personalidades que obtiveram sucesso em suas carreiras como empreendedor. “Nós chamamos de palestras diferenciadas, que serão, por exemplo, com: o Zico, que vai falar a respeito de sua trajetória como campeão; o Gustavo Cerbasi [eleito o melhor educador financeiro do Brasil em 2012]; o Dudu Braga, filho do Rei Roberto Carlos; e outros mais”.

Josi explicou que essas palestras especiais serão, geralmente, à noite, e que durante o dia haverá oportunidades tanto para quem é produtor, empresário do agronegócio e dos setores do comércio e indústria. “Teremos 150 expositores, as melhores franquias do país. Será tudo de show, beleza e moda. E também capacitações para o gestor público, o gestor privado, o empresário, empreendedor individual e o jovem empreendedor. Estamos preparando um mega evento para todo o povo de Mato Grosso do Sul”, finalizou.

 

O Presidente da Acip, Gilmar Góis, ressaltou a relevância do evento. “É uma feira super importante, na qual estará presente todo o setor produtivo do estado (comércio, indústria e comércio), além de expositores de diversas partes do Brasil, para que nossos empresários possam conhecer produtos novos, franquias, modelos novos de empreendimentos e poder, assim, se renovar”.

 

Os empresários interessados em comparecer ao evento, devem procurar a Acip, com antecedência, para efetuar as inscrições e escolher as palestras. As vagas são limitadas e as inscrições são gratuitas.

 

A Feira

 

A Feira do Empreendedor 2014 acontecerá no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande, com a temática “Conexões que trazem resultados”. O evento, realizado a cada dois anos, conta com programação voltada para quem quer abrir um negócio ou melhorá-lo nos setores do agronegócio, indústria, comércio e serviços, por meio de cursos, palestras, rodadas de negócios, exposição de mais de 100 marcas com soluções a diversos segmentos; entre outras ações.

 

O objetivo do evento tem o objetivo de fomentar a criação de um ambiente favorável para geração de oportunidades de negócio e estimula o surgimento, a ampliação e a diversificação de empreendimentos sustentáveis, além de difundir o empreendedorismo como um estilo de vida.

A Feira do Empreendedor cumpre duas missões do Sebrae ao mesmo tempo. Em primeiro lugar, estimula o empreendedorismo, isto é, a abertura do próprio negócio, a capacidade de iniciativa. Em segundo lugar, dá foco no mercado, uma vez que, sem mercado, o trabalho de fortalecer e incentivar os pequenos negócios não tem eficácia.

Apenas capacitar, dar acesso a crédito, tecnologia, conhecimento, diminuir a burocracia e a carga tributária, disseminar o associativismo, não é suficiente, se, depois, a pequena empresa não tem como e a quem vender seu produto ou serviço.

Por isso, durante a realização do evento, potenciais empreendedores obtêm informações sobre os segmentos da economia local em que o Sebrae atua e têm a oportunidade de entrar em contato com fabricantes de pequenas máquinas, ofertantes de pequenas franquias, licenciadores de marcas e produtos, além de empresas interessadas em transferir tecnologia, podendo ainda ser um espaço adequado para empresas em busca de novos representantes comerciais.

Assim, a Feira consolida educação e negócios. Quem participa tem, de um lado, a informação de que precisa para instalar, melhorar a gestão ou ampliar sua empresa. Do outro, coloca à venda o que produz, pois o evento é também um canal de comercialização.


OUTRAS NOTÍCIAS: Indstria e Comrcio