Departamento de Comunicação
24/06/2015 - 12:00 - Atualizado em 25/06/2015 - 16:58


Carretas da Caravana da Saúde já estão em Paranaíba

Carretas da Caravana da Saúde já estão em Paranaíba


As primeiras carretas da Caravana da Saúde que servirão para atendimentos em Paranaíba entre os dias 30 de junho e 4 de julho, já estão no município. As unidades estão localizadas no Espelho D’água I, onde ocorrerão os atendimentos.

 

Além do nosso município, a microrregião - composta pelas cidades de: Cassilândia, Aparecida do Taboado, Inocência, Chapadão do Sul e Costa Rica - também será atendida no dia.

 

Pessoas que tenham exames ou cirurgias com pendências devem procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência para que possam ser atendidas.

 

Caravana

 

A caravana estará em Paranaíba do dia 30 ao dia 4 de julho e a atenção especial será à parte oftalmológica, relacionado a problemas na visão, nos olhos. Serão feitas consultas, exames e cirurgias durante este período. Já em 4 de julho, o dia D, 14 carretas da Caravana estarão em Paranaíba, na avenida da UEMS e Espelho D’água (avenida Vereador João Rodrigues de Mello), para proceder com exames de tomografia, ressonância, ultrassonografia; cirurgias gerais, ortopédicas, até média complexidade e cirurgia ginecológica.

 

As duas especialidades confirmadas se juntarão às sete que já estavam: cardiologia, ortopedia, otorrino, vascular, neurologia, psiquiatria e endocrinologia.

 

Haverá ainda uma carreta do hospital do câncer, onde será realizado exame de câncer de próstata, além de exames preventivos e pequenas cirurgias de pele. Dois furgões com consultório móvel com dentistas farão tratamento dentário à população. Além disso, vários atendimentos serão feitos, especialidades ambulatoriais nas áreas de: cardiologia, ortopedia, otorrino, vascular, neurologia, psiquiatria e endocrinologia.

 

O trabalho não se restringirá somente à saúde, serão promovidos também alguns outros serviços sociais como: reconhecimento de união estável, divórcios consensuais, RG e mais alguns procedimentos a serem confirmados, por meio de parceria com Defensoria Pública e Tribunal de Justiça.


OUTRAS NOTÍCIAS: Saúde