Departamento de Comunicação
05/04/2021 - 14:18 - Atualizado em 06/04/2021 - 06:51


Estado permite reabertura do comércio e Paranaíba tem novo horário de toque de recolher a partir de hoje

Estado permite reabertura do comércio e Paranaíba tem novo horário de toque de recolher a partir de hoje


A partir desta segunda-feira, 05, começa a valer o novo decreto com medidas restritivas mais flexíveis voltadas ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus, publicado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul na última quarta-feira, 31, que permitem a reabertura do comércio e a alteração do horário do toque de recolher para os municípios, conforme a classificação de bandeiras do Programa de Saúde e Segurança na Economia (PROSSEGUIR).

 

Paranaíba está classificada com a bandeira vermelha, desde o último dia 28 até o dia 10 de abril e por isso o toque de recolher teve alteração, ficando vedada a circulação de pessoas e de veículos a partir das 21h até às 5h, e não mais às 20h como estava sendo aplicado.

 

As restrições de circulação de pessoas e de veículos não se aplicam para aqueles que estão em razão de trabalhos para a manutenção da continuidade de serviços públicos indispensáveis à vida e à segurança, bem como em caso de emergência ou urgência; aos serviços de saúde, aos serviços de transporte, aos serviços de fornecimento de alimentos e medicamentos por meio de delivery; às farmácias ou drogarias, às funerárias, aos postos de combustíveis, às indústrias, aos restaurantes localizados em rodovias e aos estabelecimentos de hospedagem (hotéis, pousadas, albergues e outros); aos hipermercados, supermercados e mercados, dentre os quais não se incluem as conveniências, sendo expressamente vedados (nesse período) o consumo de gêneros alimentícios e bebidas no local e o acesso simultâneo de mais de uma pessoa da mesma família, exceto nos casos em que for necessário acompanhamento especial; e aos transportes intermunicipais.

 

Sobre o comércio, será permitido o funcionamento de praticamente todas as atividades econômicas, mas os estabelecimentos devem continuar cumprindo as medidas e protocolo de biossegurança.

 

Está vedada ainda a realização de eventos, reuniões e festividades em clubes, salões, centros esportivos e afins com a participação de mais de 50 (cinquenta) pessoas e sem o distanciamento social mínimo de 1,5 m (um metro e meio) entre elas.

 

O decreto pode ser visualizado na íntegra aqui:


• Acesse o Decreto (clique aqui)

 

Luana Chaves

DECOM


OUTRAS NOTÍCIAS: Governo