Departamento de Comunicação
23/05/2014 - 16:10 - Atualizado em 31/07/2015 - 16:10


Reitora da UFMS recebe escritura da rea e lana curso de Medicina Veterinria em Paranaba

Reitora da UFMS recebe escritura da rea e lana curso de Medicina Veterinria em Paranaba


Uma manhã histórica para o ensino público superior do município. Assim pode ser definida a reunião ocorrida nesta sexta-feira (23), na Prefeitura de Paranaíba. A reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) Célia Maria Silva Correa Oliveira, presença ilustre, recebeu do Executivo Municipal, das mãos do prefeito , a escritura da área de 110 hectares para implantação do curso de Medicina Veterinária em Paranaíba.

Com isso, a Prefeitura finaliza sua parcela de contribuição com a Universidade Federal, que agora tem todo aparato necessário para iniciar o curso em Paranaíba. E foi justamente esta a tônica da reitora Célia em seu discurso: iniciar o mais rápido possível o curso em Paranaíba, tentando inclusive incluí-lo no Enem de 2014, para receber os primeiros alunos já em 2015.

“Estou aqui para agradecer a todos que nos tem ajudado, ao prefeito, vereadores, secretários e ao deputado Vander Loubet que tem sido parceiro das universidades. Ao governo federal que tem sido fundamental na expansão do ensino superior e ficamos muito felizes porque esse crescimento tende a continuar neste governo Dilma”, destacou.

Célia adiantou que espera implantar mais um curso, além de Medicina Veterinária. A reitora destacou que este novo curso será pensando para ter relação com a Psicologia. “A administração terá uma boa ligação com a Veterinária, em questão de gestão rural etc. Agora pensaremos em um curso para relacionar com psicologia, na área da saúde, pois entendemos que os cursos devem conversar entre eles, ter um núcleo forte”, afirmou a reitora.

Muito feliz com a expansão da UFMS, Célia destacou que serão investidos cerca de R$ 36 milhões pelo governo federal. Serão 26 professores, mais 25 técnicos com ensino médio e superior, será construído um prédio de três andares, além de laboratórios modernos, salas de aula e mais para frente até um hospital veterinário para grandes animais. “A ideia é atender bem toda a região, já temos a parte acadêmica pensada, faremos uma biblioteca à altura e construiremos um anfiteatro. Precisamos apenas vencer a 8.666”, brincou Célia, ao se referir à Lei de Licitações.

Estiveram presentes também os três investidores de Araputanga-MT, Luiz Andress, Valteir Alves de Souza e Hélio Colin, da Luvahel Empreendimentos, que entregaram na última quarta-feira (21) nas mãos do prefeito, juntamente com o representante do cartório do 1º ofício, Renato Tinarelli, a escritura da área, no valor de R$ 2,2 milhões. O prefeito não se esqueceu de agradecê-los e destacar a fundamental importância na aquisição desta área.

“Esses empresários estão investindo em Paranaíba. Compraram a área para construção de um residencial com 6.900 lotes e nos repassaram em forma de permuta. Em contrapartida, o município deverá executar compensação de taxas e tributos. Como esta compensação ficará em torno de R$ 1,6 milhão, o restante faremos em compensação de IPTU de área não vendida até atingir este valor. Ou seja, são pessoas que merecem todo nosso respeito e carinho, porque acreditaram no município”, disse o prefeito.

Por fim, o prefeito agradeceu ao esforço da reitora Célia, ao empenho do deputado federal Vander Loubet, que também se fez presente na reunião, e demonstrou a satisfação de poder dar esse passo tão importante para a instalação do curso. “É um dia histórico e gostaria de compartilhar com todos aqui presentes. Finalmente esta longa novela chega ao fim e a sociedade paranaibense vai poder comemorar mais uma vez o progresso educacional do município”, concluiu.

“Trouxemos a reitora, o município fez a parte dele e a reitora assumiu o compromisso para a gente começar o curso em Paranaíba. Tenho sido parceiro da cidade e vou fazer minha parte, ajudar o município trazendo recursos. Vamos interiorizar o ensino e vamos trazer a universidade da Costa Leste, para atender Minas, São Paulo e Goiás. Vamos fazer um movimento forte para trazer muito mais cursos e fortalecer a região”, concluiu o deputado Vander.

 


OUTRAS NOTÍCIAS: Governo