Departamento de Comunicação
16/04/2013 - 17:00 - Atualizado em 31/07/2015 - 17:00


Palestra sobre drogas orienta profissionais da educação

Palestra sobre drogas orienta profissionais da educação


O objetivo foi discutir sobre as ações que podem ser feitas para coibir as crianças e os adolescentes de ingressarem no mundo da criminalidade

A Prefeitura de Paranaíba, por meio da Secretaria de Educação e Cultura, em parceria com a Vara Criminal e da Infância e Juventude realizou uma palestra, com o tema “Drogas e prevenção e divulgação do projeto ‘Histórias que salvam’”, ontem (15), para profissionais da educação, no auditório da Acip (Associação Empresarial de Paranaíba).

Este encontro integra o projeto “Histórias que salvam”, idealizado pelo juiz de direito Cássio Roberto dos Santos, que tem como objetivo alertar as crianças e os adolescentes do município a respeito dos perigos da criminalidade. O projeto tem ainda como parceiros a Secretaria de Assistência Social, o Conselho Tutelar, o Conselho da Comunidade e o Eppar (Estabelecimento Penal de Paranaíba).

A palestra, ministrada pelo juiz Cássio, compõe mais uma fase desse projeto que teve início em novembro do ano passado. O intuito desse encontro foi discutir com os profissionais da educação (diretores, coordenadores e professores) sobre as ações que podem ser feitas para coibir as crianças e os adolescentes de ingressarem no mundo da criminalidade.

A primeira fase do projeto foi constituída por três encontros, no Tribunal do Júri, no Fórum, onde alunos, acompanhados de seus pais, puderam ouvir relatos de vida de detentos que estão fazendo um trabalho religioso dentro do presídio e que se dispuseram a contar suas experiências negativas, as conseqüências e as amarguras que passaram e ainda passam, a fim de transmitir essas vivências para os menores.

Essa fase foi dividida em três etapas, de acordo com a faixa etária: 8 e 9 anos; 10 e 11 anos; e 12 e 13 anos. A divisão por faixa etária foi necessária para que fosse possível identificar elementos de onde a mensagem foi melhor recepcionada.

De acordo com o juiz, o projeto surgiu devido à crescente criminalidade em Paranaíba, envolvendo furtos, roubos, tráfico de drogas, homicídios e latrocínios. Uma medida profunda e, ao mesmo tempo, pedagógica para mostrar o que está reservado aos menores quando se comete crimes. A finalidade é fazer com que esse público-alvo não siga caminhos ilícitos.  

Após esses encontros, os participantes responderam um questionário e as famílias foram acompanhadas por profissionais. A partir desses dados coletados e das análises, o juiz ministrou a palestra a respeito das drogas e o projeto, a fim de direcionar as próximas ações e os ajustes que deverão ser feitos.

 

Legenda: Palestra foi ministrada pelo Juiz Cássio Roberto dos Santos


OUTRAS NOTÍCIAS: Educação