Departamento de Comunicação
05/08/2022 - 10:32 - Atualizado em 05/08/2022 - 11:15


05 de agosto: Dia Nacional da Vigilância Sanitária

05 de agosto: Dia Nacional da Vigilância Sanitária


 

No dia 05 de agosto comemora-se o Dia Nacional da Vigilância Sanitária, órgão que atua na regulamentação, controle e fiscalização de produtos e serviços de Saúde, com o objetivo de realizar o interesse público de proteção da saúde.

 

Em Paranaíba o órgão desenvolve um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde, abrangendo: o controle de bens de consumo que, direta ou indiretamente, se relacionem com a saúde, compreendidas todas as etapas e processos, da produção ao consumo; e o controle da prestação de serviços que se relacionam direta ou indiretamente com a saúde.

 

Celso Costa, coordenador da Vigilância em Saúde, ressaltou que a Vigilância Sanitária abrange toda a prestação de serviço de saúde. "O controle de bens e consumos, direta ou indiretamente, se relaciona com a saúde, então todos os processos são acompanhados pela Vigilância em Saúde e isso tem como linha de frente a Vigilância Sanitária".

 

O trabalho da Vigilância Sanitária é feito por eixos, o que facilita ao cidadão a busca por seus direitos e conhecimento de seus deveres. Todas com ações são muito importantes para a população. A Vigilância em Saúde é coordenada pelo servidor municipal Celso Costa; na Vigilância Sanitária atuam os servidores Gilson Piva (coordenador), Giane Carla e Sebastião; Agentes Ana e Ester; no atendimento Claudia, Deise e Kamilla; na Vigilância Ambiental o servidor responsável é Carlos Enrique; na Saúde do Trabalhador a servidora é Talita Amâncio; na Vigilância epidemiológica a responsabilidade é de Bianca Oliveira; o setor de Imunização é responsável a servidora Ana Paula.

 

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária, Gilson Piva, muitas pessoas não sabem o papel do órgão e erroneamente atribuem serviços que não são pertinentes. Ele elogiou o trabalho dos agentes e fiscais e fez uma breve explanação do que compete à Vigilância. "Eu gostaria de deixar o meu respeito a todos os fiscais e agentes de Vigilância Sanitária, uma vez que é dever destes trabalhadores fiscalizar tudo o que é consumido pela população e pode causar risco à saúde. O alimento que nós consumimos, a água que nós bebemos, produtos cosméticos, saneantes que utilizamos, serviços de saúde que são prestados no Município, sejam eles na rede pública ou particular, todos estes serviços têm o trabalho da Vigilância na forma de controle e de fiscalização. Trabalhamos hoje muito de forma educativa e muito menos de forma punitiva”.

 

DECOM

Luana Chaves

 

 


OUTRAS NOTÍCIAS: Saúde