Departamento de Comunicação
31/01/2014 - 10:16 - Atualizado em 03/08/2015 - 10:16


TV Morena: Sinal digital chegará a Paranaíba até a Copa do Mundo

TV Morena: Sinal digital chegará a Paranaíba até a Copa do Mundo


Acompanhando a evolução do mundo tecnológico, a Prefeitura de Paranaíba em parceria com a TV Morena, afiliada da Rede Globo, estão trabalhando para a viabilização do sinal digital para beneficiar os lares paranaibenses. O acordo firmado entre a emissora e o Executivo resultará em um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão, que proporcionará maior qualidade de imagem e de som a todos os televisores do município que sintonizarem a Rede Globo.

Desta forma, Paranaíba será também a 5ª cidade do estado em ser beneficiada com o sinal digital. Atualmente, apenas Campo Grande, Dourados e Ponta Porã contam com a tecnologia. Corumbá está em fase de instalação e Paranaíba já entra em seguida na lista de cidades contempladas no projeto da emissora denominado “50k”, que tem a finalidade de disponibilizar a tecnologia aos municípios do Brasil com população de, no mínimo, 50 mil habitantes, até a Copa do Mundo.

Na manhã desta quinta-feira (30), o prefeito de Paranaíba recebeu a supervisora comercial da sucursal de Três Lagoas, Joice Alves Dias, que explicou ao prefeito como funcionará o procedimento. Embora não quisesse dar a confirmação oficial por não fazer parte da equipe técnica, Joice afirmou acreditar que em no máximo 60 ou 70 dias o sinal digital deve estar contemplando as residências dos paranaibenses.

Para o prefeito , é mais um avanço do município em relação à era digital. “Paranaíba não pode ficar para trás. Conseguimos junto à TV Morena incluir o município, dada a sua importância para o estado e boa relação com a emissora. Os paranaibenses poderão acompanhar a Copa do Mundo com um sinal perfeito e um som de qualidade, assim como merecem e é essa nossa preocupação”, disse o prefeito.

A concretização da instalação depende de alguns reparos que caberão à Prefeitura, como: retirar transmissor Screen Service canal 24 do abrigo, que está sem uso e servirá para disponibilizar espaço no site para aplicação de nobreak e transmissor digital; retirar antenas sem uso presentes na torre, para livrar carga de ventos na estrutura; e fazer revisão da torre, substituindo parafusos.

Além disso, será necessário fazer reaperto da estrutura e pintura para proteger contra corrosão; instalar SPDA (Sistema Contra Proteção Atmosférica) na torre e interligar ao sistema de aterramento do abrigo; reapertar os Estais de sustentação da torre, com substituição dos clips de fixação no solo; instalar padrão de energia trifásico com disjuntor e proteção 90ª; substituir o quadro interno de energia por modelo presente no relatório e adquirir um ar-condicionado de 30 mil BTU’s, pois o atual está comprometido.


OUTRAS NOTÍCIAS: Governo