Departamento de Comunicação
11/06/2015 - 11:31 - Atualizado em 12/08/2015 - 08:54


Prefeitura e presidentes de comitivas vo realizar cavalgada

Com aval aps exigncias do Iagro, evento contar com fiscalizao severa

Prefeitura e presidentes de comitivas vo realizar cavalgada


Todos os anos, nos dias que compreendem as festividades de aniversário de Paranaíba, é realizada a tradicional cavalgada, que reúne diversas comitivas e munícipes que fazem do desfile uma atração e entretenimento à população e aos turistas que visitam a cidade no período de festa e exposição agropecuária. Este ano, ela será no dia 05 de julho, domingo.

 

Porém, também tradicional sempre fora a organização da cavalgada, que todos os anos era feita pelo Sindicato Rural de Paranaíba. No entanto, excepcionalmente este ano, em função da doença conhecida como mormo, que acometeu animais em parte do estado, o Sindicato preferiu não organizar a cavalgada, em função de não ter mecanismos de controle.

 

Preocupada com essa não realização, que implicaria em tristeza por parte da população que participa ou assiste, a Prefeitura de Paranaíba, em conjunto com os presidentes das comitivas, resolveram se reunir com o Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), para saber as possibilidades de realização do evento.

 

A priori, o Iagro deixou bastante claro que optaria pela não realização. Entretanto, após longa reunião no gabinete da Prefeitura, colocou algumas condições para a realização do evento e em contrapartida recebeu apoio do município no que se refere a essas exigências. Uma delas, é que todos os animais tenham feito o exame um mês antes para comprovar que não há a doença infecciosa; outro ponto levantado, foi um termo de compromisso entre cada presidente de comitiva, para controlar e permitir a participação somente dos cavaleiros que comprovarem o exame.

 

Outro ponto importante é que todos os animais que estão devidamente regularizados quanto aos exames, estejam identificados. A Prefeitura disponibilizará para auxílio, uma equipe da Vigilância Sanitária, para trabalhar no dia, junto a uma equipe do Iagro, que fará a fiscalização dos animais. A Polícia Militar de Paranaíba também dará apoio, para que seja isolado o animal que não estiver identificado e com exame devido.

 

 

“Só chegamos esse ponto, porque houve união das partes envolvidas, cada um fazendo sua obrigação e responsabilidade. Gostaria de cumprimentar os presidentes de comitivas, que estão com uma organização invejável, com responsabilidade, realizando exames, todos uniformizados”, elogiou o vice-prefeito.

 

vice-prefeito destacou que não será vetada a participação de cavaleiros sem comitiva, no entanto este precisará estar munido do exame para que possa participar da cavalgada. “Quem não faz parte, desde que individualmente apresente o exame, sem nenhum problema. Haverá fiscais da Iagro, da vigilância sanitária e da Policia Militar, para verificar isso”, pontuou.

 

 

O secretário de governo, Andrew Robalinho, alertou que os bois estão livres para o desfile e disse ainda que todo o cuidado está sendo tomado para que nenhuma adversidade acometa o evento.

“Temos que ter todo o cuidado, porque há consequências para o estado, para a economia, para os pecuaristas, ou seja, a região interditada será prejuízo sem precedentes. Se um animal for flagrado com a doença, o prejuízo é grande. Daí o presidente do Iagro demonstrou boa vontade em colaborar, mas nos exigiu que cumprisse atentamente a rigor as resoluções e é isso que faremos. Portanto, que cada um procure realizar seu exame, não procure burlar a lei, pois isso pode trazer graves prejuízos”, concluiu.


OUTRAS NOTÍCIAS: Governo