Departamento de Comunicação
21/01/2017 - 06:01 - Atualizado em 21/01/2017 - 06:01


Para atender Casa de Acolhimento prefeitura cria cargo provisório de cuidador

A Casa de Acolhimento Institucional “Pâmela Silva”, cuida de menores em situação de vulnerabilidade

Para atender Casa de Acolhimento prefeitura cria cargo provisório de cuidador


 

O diário oficial do município traz na edição de hoje(20), o decreto nº 170  editado pelo prefeito Ronaldo  Miziara, criando em caráter de urgência e pelo período de 06 (seis) meses, o cargo provisório de Cuidador, gênero feminino, com 12 vagas a serem preenchidas por meio contrato. O cargo tem carga horária de 12 horas trabalhadas, por 36 de descanso, a ser prestado junto a Casa de Acolhimento Institucional “Pâmela Silva”.

O referido decreto foi necessário para  garantir o funcionamento da  Casa de Acolhimento, sob responsabilidade da Secretaria de Assistência Social. No ultimo concurso público o cargo de Cuidador não havia sido  contemplado. Para evitar o desvio de função o gestor decidiu pelo decreto  com atribuições do referido cargo criado em caráter de urgência.

 A Casa de Acolhimento Institucional “Pâmela Silva”, cuida de menores em situação de vulnerabilidade. A pessoa que exercer o cargo terá os trabalhos inerentes ao recebimento, atendimento, custódia, auxilio, orientação e atividades com os menores acolhidos nesse local.

 Além de cuidados pessoais  com os menores,  limpar as dependências do local, manter a ordem entre as crianças, aplicando atividades e brincadeiras, buscar meios e cuidados para manter a ordem e a dignidade dos menores, dando lhes respeito e tratamento adequado com apoio e auxilio emocional e material, tendo em vista a qualidade das crianças, em especial as que perderam seus vínculos familiares. 


OUTRAS NOTÍCIAS: Assistência Social

11
Set
2019
14
Ago
2019
07
Ago
2019