Departamento de Comunicação
24/03/2015 - 15:25 - Atualizado em 22/06/2015 - 15:25


Centro realiza atendimentos especializados a mulheres com conforto e qualidade

Centro realiza atendimentos especializados a mulheres com conforto e qualidade


Elas lavam, passam, cozinham, limpam, cuidam dos filhos e do marido, trabalham fora, estudam e tudo isso, muitas vezes, em cima de um salto alto, sem perderem a postura. Realmente, as mulheres têm o dom de fazer milagres e a prova maior disso é que, em seus ventres, que são geradas as novas vidas. Todos nascem de uma mulher; são elas que nos carregam por nove meses em sua barriga, que passam por todas as dores e os incômodos e ainda com um sorriso no rosto.

 

Estas mesmas mulheres, tão fortes e determinadas, ao longo dos anos, desbravaram, lutaram, conquistaram espaço, ganharam respeito. E em meio a esses avanços, percebeu-se que um ser tão especial também precisa de cuidados exclusivos, afinal a mulher precisa se cuidar para se manter sempre disposta para todos os desafios que a vida lhe coloca. Por isso, ter uma saúde monitorada é essencial para que ela continue tendo forças para alçar novos vôos.

 

Pensando na importância da mulher e nos cuidados diários que ela necessita, a Prefeitura de Paranaíba se preocupou em construir um lugar específico em saúde da mulher, com um prédio próprio, e ampliar os atendimentos. Há três meses, os trabalhos foram iniciados no Centro de Especialidades da Mulher "Ocília Souto e Silva". Um lugar mais amplo em relação ao prédio antigo, que proporciona conforto, comodidade e uma gama maior de atendimentos.

 

Lá são realizados diversos deles, tais como: todos os tipos de ultrassom; preventivo, laqueadura, diu, ginecologia e obstetrícia. O centro conta com três médicos obstetras e é considerado uma referência em gestação de alto risco.

De acordo com a coordenadora do Programa de Saúde da Mulher, Katiusse Seraguci de Paiva, as gestantes são encaminhadas das Unidades de Saúde para o Centro de Especialidades quando necessitam de um atendimento especial ou quando o médico que atende na unidade não é ginecologista. "As que estão em um estado grave, podemos ainda encaminhar para Três Lagoas ou Campo Grande, sempre pensando no melhor para a mãe e o bebê", explicou Katiusse.

 

Segundo a coordenadora, é importante que, em um momento tão único quanto a gravidez, as mães terem o máximo de suporte possível. "Aqui somos referência e contamos com uma equipe muito competente para atendermos as gestantes".

A média de atendimentos no Centro é de 50 mulheres por dia. E uma delas é D. C. A., de 15 anos, moradora do bairro Daniel IV, grávida de sete meses. D. realiza acompanhamento gestacional e disse estar muito satisfeita com o atendimento. "Aqui é confortável e eu sou muito bem atendida".

 

Nas consultas, D. vem acompanhada de sua mãe, Luciana Aparecida da Silva. D. é sua filha mais velha e espera seu primeiro netinho. "Eu fiquei sabendo que existia esse lugar há uns três meses e minha filha foi encaminhada para cá. Achei ótimo. Não tenho nada do que reclamar".

 

E os elogios ao local não são só de dona Luciana e sua filha, a dona de casa Ester Leite de Souza, 29 anos, também gostou do novo prédio. "É muito mais amplo, arejado, confortável. A mulher precisa de um local como este porque o posto de saúde, muitas vezes, não consegue oferecer esse atendimento especial à mulher".

 

O Centro

O Centro de Especialidades da Mulher iniciou seus atendimentos em dezembro e foi construído com o intuito de ampliar os atendimentos e proporcionar mais qualidade nos tratamentos, em um lugar voltado exclusivamente à saúde da mulher.

A finalidade do espaço é otimizar o atendimento à mulher no município, por meio de uma unidade especializada em situações como: pré-natal, violência sexual, prevenção ao câncer de mama e ao câncer de colo uterino, mamografia, entre outros.

 

A equipe multiprofisisonal é composta por: médicos ginecologistas e obstetras, técnicos de enfermagem, enfermeiros, pessoal administrativo e auxiliar de limpeza. 


OUTRAS NOTÍCIAS: Saúde

07
Ago
2019