Departamento de Comunicação
11/03/2015 - 16:44 - Atualizado em 22/06/2015 - 16:44


Primeira parcela do IPTU 2015 vence dia 11 de maio

Primeira parcela do IPTU 2015 vence dia 11 de maio


A Prefeitura de Paranaíba já deu início à confecção dos carnês de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e a primeira parcela tem vencimento para o dia 11 de maio, data limite também para quitar o imposto integralmente, com desconto. Os que optarem pelo parcelamento terão o valor do lançamento dividido em três vezes.

 

Se o contribuinte optar pelo parcelamento, as parcelas deverão ser pagas nos dias 11 de maio, 10 de junho e 10 de julho. Caso prefira o pagamento à vista, o vencimento será dia 11 de maio, com desconto de 10%.

 

De acordo com José Barbosa Barros, responsável pelo Departamento de Tributação e Cadastro, as pessoas que se sentirem prejudicadas devido ao valor do imposto, podem procurar o setor de tributação da Prefeitura para sanarem suas dúvidas.

 

Barbosa também explica sobre os carnês dos terrenos. “Só os carnês prediais serão entregues. Quem não receber, deve procurar a Prefeitura. Quanto aos carnês referentes a terrenos, todos devem ser retirados pessoalmente no paço municipal. A exceção é apenas para pessoas que têm casas e terrenos no mesmo nome. Para esses casos, os carnês serão entregues, juntos, no endereço do imóvel”, explicou.

 

Os contribuintes que pagaram o imposto em dia nos anos anteriores têm ainda desconto do programa de bônus acumulativo, que garante 2,5% de desconto ao ano para quem paga em dia. O bônus continua mesmo com o pagamento parcelado. O contribuinte só perde o desconto se atrasar alguma parcela. Se ele deixar de pagar o IPTU nesse ano, perde o bônus acumulativo nos outros anos.

 

O bônus é descontado no lançamento do IPTU do ano seguinte, com um acumulativo de até o limite de 10% a quem completar quatro anos consecutivos de quitação dos tributos lançados no cadastro imobiliário do imposto, até as datas previstas dos seus devidos lançamentos. Assim, o contribuinte pode ter até 10% de desconto e mais 10% se o pagamento for à vista, totalizando 20% de desconto.


OUTRAS NOTÍCIAS: Finanças